segunda-feira, 25 de abril de 2011



Quero a minha vida assim, doce, mole e divertida feito goma. Com açúcar na boca. Lambendo os beiços de alegria. Chega de sofrer, levar á vida tão á sério. Injeção no bumbum que dói, pisada no pé. Chocolate quente, derrete. O meu coração já derreteu um milhão de vezes e tá custando a aprender. O que  derrete é gelo de frio. Gente ruim. Não sonha. Padece.




Quero um mundo cor de rosa, de algodão. Sonhos sem fim. Coração vagabundo, tomba, lateja, rasteja mas não caí. Só adoece, geme feito criança com dor. Querendo colo. Ouço Bethânia... Prá que chorar? Mundo de rosas e canções de ninar.



Mundo chato esse que é azul, não é rosa. As rosas falam comigo e me perguntam quando estou triste. Quando ele vem? Te faz feliz? E você todos os dias sorri para o mundo? Ou não tem tempo, anda com pressa, come rápido a comida requentada e não dança mais valsas? Que mundo é esse que você vive? Quero rosas. Sinto o perfume, O vento no rosto. Quero poesia e tomar chuva, sentir a água correndo no meu corpo, virando luz e evaporando a alegria.

Amor cor de rosa. Da rosa. Sentimentos que enebriam, que tocam. Quero abraçar o mundo e pular feito gente grande que  esqueceu do seu tamanho. Quero fantasia. Um mundo inteiro prá brincar de faz de conta. De cor de rosa. Intensa. Mexe comigo, pisa no chão como bailarina. Dança. Atormenta, vira bicho, se mexem comigo.
Perfume no ar...

Quero bala de goma, quero alegria do meu mundo interior e diferente. Faço tudo pelo que quero, reinvidico carinho. Faço cara de brava, bico. E comemoro um beijo doce. Corro o mundo se for preciso. Quero amor. Espero por você.
Pode rodar o mundo. Eu espero você.



Tenho um mundo inteiro prá se feliz!

Um comentário:

  1. Creia tudo que você quiser e pedir com FÉ você consegue

    ResponderExcluir

Deixe aqui uma quimera...! Bom, muito bom tê-los por aqui!